Harri Lorenzi

Engenheiro Agrônomo

Graduou-se engenheiro agrônomo em 1973 pela Universidade Federal do Paraná e pós graduou-se, em nível de mestrado, em 1979 pela Universidade do Tennessee – EUA. Trabalhou como pesquisador no Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR) e no Centro de Tecnologia Copersucar – Piracicaba-SP.

Em 1998 foi pesquisador convidado da Universidade Harvard – EUA.

Em 1981, Lorenzi fundou o Instituto Plantarum de Estudos da Flora que, além de uma editora, conta com uma vasta biblioteca; um laboratório; um jardim botânico com mais de cinco mil espécies vegetais, sobretudo espécies nativas do Brasil; um herbário com 20 mil exsicatas; e uma carpoteca.

 

Expedições:

Realizou várias expedições de identificação e coleta de sementes, além de material para herbários e fotos, das várias regiões do Brasil, incluindo todos os ecossistemas. Nestas viagens encontrou várias espécies desconhecidas para a ciência e outras tantas ameaçadas, inclusive algumas que já eram consideradas extintas. As viagens incluem idas à Amazônia, ao Brasil Central, à Zona da Mata Mineira, ao sertão da Bahia e à Serra do Espinhaço.